A designer e interior stylist, Ellinor Bélven, abriu as portas de sua casa e mostrou todas as suas influências nórdicas.

Fotografia: Salty Interiors

Ellinor Bélven nascida e criada no centro de Estocolmo foi para Berlim há cerca de oito anos  e fundou a SALTY Interiors, juntamente com Annetta Kristjánsdóttir, em 2016. Mais sobre o seu percurso até se tornar numa designer de interiores e a sua casa.

Em entrevista a Niki Brantmark a designer Ellinor Bélven explica que, desde cedo, conviveu com o universo das artes e da música. Quer através do coro onde cantou a partir dos seis anos, quer pelo estreito contacto com familiares arquitetos e designers de interiores. Acabou, no entanto, por estudar Economia e trabalhou ‘com números’ durante alguns anos… Rapidamente sentiu a necessidade de se rodear de um ambiente inspirador e criativo! Tal viria a acontecer quando se mudou para Berlim onde teve oportunidade de aliar a economia à criatividade.

As suas raízes nórdicas estão bem refletidas na sua residência de Berlim, a decoração bem ao estilo nórdico não deixa enganar. A habitação construída antes dos anos 30, do século XX, tem características únicas. Trata-se de um T2 com um pé direito de 3,30m, ou as portas duplas ornamentadas.

O facto de a casa ser arrendada fez com que Ellinor não quisesse investir demasiado dinheiro a remodelá-la, pelo que muitas das pinturas fizeram milagres! Embora de cores diferentes, os tons são todos coerentes. Do cinzento acolhedor ao verde profundo, na sala. Dos beges ao rosa suave nos quartos.

Apesar de minimalista, o conforto da decoração escandinava continua presente. Tornar a casa acolhedora e convidativa era fundamental. E o segredo para garantir estas premissas foi recorrer muito à cor e aos têxteis.

Segundo Ellinor, em Berlim é frequente as pessoas darem o seu mobiliário em vez de deitá-lo fora, o que significa  que existe mobília por toda a parte… na rua!! A mesa de refeição que vemos na cozinha e a cabeceira de cama foram alguns exemplos adquiridos dessa forma!