A decoradora Rita Salgueiro conta como se reinventou durante esta crise de saúde pública que afetou tudo e todos. Em entrevista falámos sobre as suas rotinas, conquistas, projetos a médio prazo… Tudo a partir de casa!

De que forma a covid-19 afetou a sua vida profissional?

O grande entrave são as reuniões presenciais, as deslocações aos showrooms (que estão fechados) e às obras ou casas dos clientes mas, felizmente muitos assuntos podem ser resolvidos por videochamada e o resto consigo fazer em casa.

Na verdade, estive em casa desde Janeiro devido a um problema respiratório que me impediu de sair diariamente. Foi a forma de aprender a trabalhar a partir de casa com catálogos digitais, tabelas de preços em PDF e sair apenas para tratar o indispensável.
O facto de trabalhar com fornecedores portugueses ajudou-me muito nesta situação, seria impossível ter entregue tudo aquilo a que me comprometi se os meus fornecedores não fossem portugueses. Cheguei mesmo a enviar serviços de mesa completos para Cascais e para o Algarve mantendo os prazos de entrega.

Os seus hábitos e tarefas foram agora substituídos por que rotina?

Na realidade o que eu deixei foram as rotinas e o único habito que ganhei foi o de trabalhar o triplo.  Antes disto já tinha conseguido criar horários para tudo, de forma a trabalhar e ter algum tempo para mim, agora sinto que estou mais workaholic.

Começo a trabalhar de manhã e, como não perco tempo a ir almoçar, nem em deslocações, acabo por estar sempre a trabalhar, terminando,regra geral por volta das 21h/22h.

Pelo meio surgem os telefonemas com amigos e família, mais do que anteriormente… E tive de me obrigar a respeitar os fins de semana para poder ler, que foi algo que deixou de acontecer.

Em seis semanas saí apenas três vezes de casa, e porque tive mesmo de ser! Mas, agora, com a melhoraria do tempo, tenciono sair mais para respirar ar fresco, sentir o sol e a natureza, o que dentro de um apartamento é impossível.

Como é desenvolver projetos de arquitetura e interiores à distância, e com tantas restrições?

A parte de desenho técnico e orçamentação é igual, o processo criativo também, o que é mais difícil é não ter como mostrar in loco tecidos, papéis de parede e outros materiais, ao cliente. As vídeochamadas resolvem muita coisa mas não tudo.

Ainda assim o que nos impede de trabalhar de uma forma, dá-nos a possibilidade de trabalhar de outra. Há mais tempo para pôr em pratica outros projetos, que estavam anteriormente na gaveta! Neste momento, criei um novo Workshop, para quem quer começar a trabalhar na área, e que será lançado em Setembro.

Que medidas tomou para se reinventar nesta fase difícil?

Além das mencionadas,  também criei uma nova versão do serviço de Consultas de Ideias, que passaram agora a ser online. Havia feito uma consulta online para Londres e pensei: “Se posso ajudar as pessoas a melhorarem as suas casas de imediato, numa altura em que as estão a vivê-las 24h, porque não?”

Confesso que fiquei surpreendida, não apenas com a adesão mas, também, pela forma como funcionam, nunca pensei que corresse tão bem. Este serviço vai funcionar de forma permanente, e pode ser útil para quem mora longe (ou fora do País) e não quer ou não pode deslocar-se.

Durante a quarentena fiz igualmente alguns Lives no instagram, (uma vez por semana ) sobre Decoração com dicas para esta fase e resposta a dúvidas de seguidores. Podem ser vistos agora no meu YouTube.

Por fim, reagendei o Workshop de Decoração e Design de Interiores, com data prevista para Abril, e que foi adiado para 6 e 7 de Junho.

Que sugestões deixaria aos leitores da URBANA para tirarem maior partido das suas casas nesta fase?

Fazer já uma Consulta de Ideias online, ver os Lives que estão no meu YouTube, para melhorar o espaço a nível de organização e tirar notas de tudo o que uma casa precisa para estar a 100%.

Quando tudo voltar à normalidade, podem dirigir-se aos profissionais da área para resolverem essas questões sem falhas. E digo ‘normalidade’ porque acredito mesmo que tudo irá regressar ao normal, mas melhor que isso, acredito que caminhamos para um mundo melhor, onde a natureza teve oportunidade de se regenerar, onde as pessoas perceberam o que realmente é importante nas suas vidas, tornando-se com isso, mais humanas e unidas.

Contactos Úteis

site: www.ritasalgueiro.com