Cada vez mais fluida e aberta aos restantes espaços da casa, a entrada continua a ser o cartão de visita de qualquer habitação. Descubra 8 formas de a tornar (mais) convidativa.

Imagem de destaque: Liete Couto

A evolução civilizacional tem, também, criado novos hábitos comportamentais na forma de vivermos as casas. Uma das grandes transformações que se tem vindo a verificar está relacionada com a integração de espaços.

Entrada aberta para as salas, salas integradas nas cozinhas e varandas incorporadas com as salas… Tudo mudou e as casas refletem bem o lado funcional dos dias que correm.

A TER EM CONTA

No que diz respeito às entradas, mesmo sem divisórias, mantém-se a vontade de as manter acolhedoras, arrumadas e sempre funcionais.

FUNCIONALIDADE

Falamos de ganchos e cabides para acomodar malas e casacos e uma prateleira ou consola para guardar a correspondência e ter as chaves sempre à mão. Se possível, um banco para arrumar sapatos!

ESTILO

Mas nem só de funcionalidade vivem estes espaços. São, também, um ótimo local para revelar subtilmente alguns traços da personalidade dos moradores.

Devemos ter o cuidado de decorar o hall de forma coerente com o restante estilo da casa para que a harmonia se inicie desde logo.

ILUMINAÇÃO

Trate-se de um hall pequeno, ou de grande dimensão, um dos aspetos mais relevantes a ter em consideração é a iluminação. Deve pensar em iluminação geral para quando entra em casa, mas também num tipo de luz mais ambiente seja através de um candeeiro em cima de uma consola ou de apliques na parede com luz de baixa intensidade.

AMPLITUDE

Integrado, ou não, com a sala os hall de entrada são, regra geral, pequenos em dimensão. Motivo pelo qual os espelhos são elementos com grande sucesso nesta área da casa. Além da ilusão ótica de aumentar o espaço, por refletirem, também permitem uma última ‘vista de olhos’ antes de sair de casa.

QUANDO O ESPAÇO NÃO É PROBLEMA

Se faz parte dos sortudos que têm um hall generoso, sugerimos que aposte na decoração desta área. Com uma pintura ou papel de parede, um elegante tapete e um imponente lustre. Neste caso, terá maior possibilidade de ir além da consola, optando por uma mesa redonda, por exemplo, ou outra peça de mobiliário antiga que possa, quem sabe, ter herdado de família.

VERSATILIDADE

É, também, por excelência, uma divisão para expor obras de arte e outros elementos decorativos como poltronas, pufes e vasos com plantas.