Materiais resistentes que promovam a simbiose entre arquitetura e natureza, e sempre com uma estética que estimule a imaginação! Estas foram as premissas para o projeto de interiores da casa deste casal com três filhos. Embarque connosco nesta hometour pois temos a certeza que vai gostar!

Crédito das Imagens: Snael Bomfim

A habitação de 150m2 estava em verdadeiro mau estado quando chegou às mãos de Daniela Coli, a arquiteta responsável pelo projeto de reabilitação e decoração da casa que lhe mostramos hoje.

Desde a sua fase inicial que o projeto de arquitetura de interiores contemplou a escolha de uma gama de revestimentos resistentes a crianças. Para isso, foi selecionado um piso vinílico em todos os ambientes, inclusivamente na cozinha, esta tem também bancada corian para facilitar a conservação.

A habitação resultou num estilo contemporâneo cujo conceito foi biofilia para trazer vegetação e madeira para dentro de casa, afim de promover interação da arquitetura com a natureza. Motivo pelo qual se destacam a madeira, os tons de preto, branco e azul.

A sala tem inúmeras possibilidades de acomodação para receber visitas. Houve o aproveitamento de cada espaço com baús e gavetões escondidos além dos materiais práticos e resistentes ao quotidiano, imprescindíveis para quem tem crianças pequenas.

No que diz respeito aos têxteis, todos os tecidos são impermeáveis. Nos sofás optou-se por um veludo anti-manchas, nos tapetes deram-se primazia aos que garantem uma limpeza fácil, feita de casa.

Destacamos particularmente a divisória retrátil que dá acesso à cozinha, o balcão, o lixo escondido no gavetão, ou o baú debaixo do banco alemão.

layout contempla uma área social ampla e integrada, e uma zona de dormitório com suite e aproveitamento outras duas infantis com bicama e triliche temáticos.

No quarto das crianças onde a arquiteta pôde dar largas à imaginação, tendo tido a possibilidade de criar ambientes únicos para três crianças.

Garantindo em simultâneo com a estética, todos os detalhes de segurança.