O design ao serviço da saúde e do bem estar dos jovens pacientes do maior centro oncológico pediátrico da Europa.

O ateliê de design MMEK é o vencedor do iF Design Award 2019, um prémio de design de renome mundial. O MMEK recebeu este prémio pelo projeto de interiores, totalmente integrado, do maior centro de oncologia pediátrica da Europa, o Princess Máxima Center.

O interior projetado por aquele coletivo de arquitetos ajuda a transformar a experiência de cuidados de saúde para crianças.

Espaços para brincar e de interação, um ambiente onde a criança é central, são temas importantes. O Centro é um lugar onde os jovens pacientes podem continuar a desenvolver-se, apesar da sua doença e tratamento.

O centro médico contratou o coletivo MMEK para desenhar, de raiz, o novo prédio do hospital, ainda em fase de construção, sabendo que o interior do edifício em questão pode e deve melhorar a experiência total de todos os envolvidos.

A identidade de marca do centro foi incorporada no design de todo o hospital, incluindo o hall de entrada, salas de tratamento, salas de pacientes, escritórios e departamentos de P&D.

 

O ateliê preocupou-se sobretudo com as necessidades e desejos dos seus visitantes. Martijn Meeske, diretor e co-fundador do MMEK, disse: “Estamos orgulhosos por ver que a nossa abordagem de design funcionou muito bem. Adoramos o desafio de fazer parte de um processo em que uma equipa de pessoas inspiradas está a desenvolver um novo hospital a partir do zero.”

 

O ateliê intercambiou espaços de atividades para adultos e crianças. Criaram um centro de ciências onde as crianças e as suas famílias podem aprender sobre a doença que enfrentam e o tratamento que irão ter. Há também um local especial para adolescentes e um café para visitantes e funcionários.

 

 

O corredor foi projetado como um espaço de explorarção, e para estimular a imaginação dos visitantes. “A grande ideia era fornecer um ambiente que mantenha pacientes e convidados motivados, atentos, curiosos; que os encoraja a se movimentar, aprender e desenvolver-se ”, diz Erik van Kuijk, diretor criativo do MMEK.