Fotografia: Ivo Tavares Studio

O mercado de Vila Nova de Famalicão, originalmente construído em 1952, ganhou nova vida pela criatividade do arquiteto Rui Mendes Ribeiro.

Após muitos anos a representar um centro de dinamismo e vivacidade, o espaço estava nos últimos anos obsoleto e sem qualquer capacidade de atrair novos consumidores ou visitantes.

Ivo Tavares Studio

Rui Mendes Ribeiro concebeu agora, um edifício principal constituído por três corpos retangulares, e um torreão com o brasão da cidade. O acesso ao pátio (Praça) do mercado, a uma cota superior, é feito por duas entradas, a Norte e a Poente.

O volume principal, mantido e reabilitado, assume em planta a forma de linha quebrada, sendo que a uma cota superior acompanha a frente de rua e os espaços interiores são ocupados por diversos estabelecimentos comerciais (lojas de rua).

Além da intervenção sobre o edifício existente, foi ainda construído um novo corpo em estrutura metálica, garantindo a capacidade de atender às necessidades do mercado permanente e cíclico, e ainda permitir a abertura de uma nova frente urbana para a avenida. É, sem dúvida, a característica que confere maior personalidade ao espaço.

Mercado Municipal de Famalicão do Arquitecto Rui Mendes Ribeiro e fotografia Ivo Tavares Studio

É, ainda, o novo revestimento que garante o sombreamento e impermeabilização do espaço e tem como referência o módulo triangular do torreão preexistente, como meio para uma maior integração na envolvente.