O projeto, do atelier AQH, representou o desafio de transformar um apartamento neoclássico num espaço contemporâneo. O destaque vai ainda para o jardim com árvores de fruto criado na varanda.

Projeto AQH / Área: 500 m2 /Light Designer: Estúdio Iluz /Fotografia: Rui Teixeira

As paredes foram deitadas abaixo e o interior foi completamente reorganizado para proporcionar maior integração e fluxo entre os espaços. Apenas dois dos quartos originais foram mantidos.

Os arquitetos repensaram todo o apartamento de modo a incluir ambientes e atmosferas em sintonia com os estilos de vida modernos e o gostos dos novos moradores, um jovem casal com paixões gémeas pela arte e a natureza. 38152-preview_low_3039-1_38152_sc_v2com 38153-preview_low_3039-1_38153_sc_v2com 38154-preview_low_3039-1_38154_sc_v2comA premissa básica do projeto era “viver com arte e jardim”, uma ideia refletida nos espaços, que apresentam elementos naturais e peças de design. Um jardim com árvores de fruto foi criado na varanda. O jardim dá ao apartamento o calor e o apelo de uma casa e funciona como elemento  amortecedor entre os espaços de estar e o horizonte da cidade de betão. O resultado é uma transição suave para a metrópole avistada e uma extensão do espaço vital do apartamento. 38151-preview_low_3039-1_38151_sc_v2com 38161-preview_low_3039-1_38161_sc_v2com 38162-preview_low_3039-1_38162_sc_v2com 38163-preview_low_3039-1_38163_sc_v2com 38164-preview_low_3039-1_38164_sc_v2comEsferas luminosas da Bocci, rodeadas de vegetação, compõem o tom escultural. Os proprietários nutrem um apreço especial por estas esferas, que são usadas em todo o apartamento. O núcleo de cimento foi exposto de modo a criar uma vitrine para uma seleção rotativa de obras de arte. Como as peças são penduradas em cabos de aço, podem ser facilmente trocadas ou movidas. 38149-preview_low_3039-1_38149_sc_v2com 38159-preview_low_3039-1_38159_sc_v2com

Os muitos artistas cujos trabalhos estão expostos incluem Alex Katz, Vik Muniz, Abraão Palatinik, Ernesto Neto, Janaina Tschape, Leda Catunda, Nazareno, Alex Prager e Ron Galella. 38166-preview_low_3039-1_38166_sc_v2comUma abertura na estrutura de cimento conduz a uma adega com paredes claras de acrílico, fazendo do vinho a estrela do espaço. 38165-preview_low_3039-1_38165_sc_v2com

Sobre o Coletivo de Arquitetos

Cesar Coppola e Daniela Coppola fundaram o seu próprio escritório de arquitetura em 2000, logo após a graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo. Com sede de conhecimento e em busca de desenvolvimento profissional, Cesar veio para a Europa estudar arquitetura contemporânea, e Daniela formou-se na Fundação Armando Alvarez Penteado. Em 2004, uniram os seus talentos e know-how a um grupo de arquitetos, colegas e professores para desenvolver um projeto para uma cadeia de lojas com a Bernardes + Jacobsen Architecture, iniciando uma sólida parceria que duraria uma década.