A echo house que hoje publicamos está situada em Toronto, no Canadá, e o resultado não podia ser mais incrível. Os interiores são amplos, cheios de luz e abertos a uma paisagem exuberante.

Mas antes afinal, do que falamos?

Entende-se por casa ecológica uma casa que, fundamentalmente, respeita o ambiente e a natureza. Não é, por isso, de admirar que sejam já um sucesso nos países mais desenvolvidos.

Tratam-se de habitações que têm em conta uma série de critérios antes da sua construção. Em concreto, analisar a orientação do terreno onde a casa vai assentar, a orientação da construção, e a natureza envolvente, para citar apenas alguns exemplos.

Qualquer um destes fatores é determinante uma vez que estas casas são criadas para serem auto-suficientes. Devem obter o maior aproveitamento de energia solar possível e todos os materiais de construção devem ter o menor impacto ambiental, (não apenas durante a sua produção mas durante todo o seu período de vida!). Razões pelas quais se privilegiam os isolamentos naturais (como as fibras vegetais), e as tintas biológicas.

As soluções de habitação ecológica são imensas, com inúmeros formatos, materiais e acabamentos, e podem ou não ser modulares. Também por cá, existem empresas a que pode recorrer para obter mais informações, da Eco Casa Portuguesa; Green Heritage ou Granihouse, por exemplo.

Como em qualquer outra decisão relativa à compra de uma casa, sugerimos que se informe bem antes de tomar qualquer decisão, analise o mercado de uma perspectiva global e, claro, se decidir avançar, não se esqueça de pedir uma auditoria energética.

A que decidimos hoje partilhar, é uma casa pertencente a uma família com raízes asiática, que fez questão de homenagear a sua ascendência e, para isso, contratou o estúdio de Paul Raff para renovar aquela que viria a ser a sua nova e serena residência.

Como seria de esperar, tem um isolamento de alto desempenho, um eficiente sistema de aquecimento e ventilação, reduzindo o uso de energia em cerca de 50%.

Tudo isto aliado a uma estética ímpar, com uma entrada com uma série de telas tridimensionais, recuperadas, que permitem a privacidade dos quartos enquanto podem em simultâneo usufruir da paisagem.

Na sala de estar o espaço abre-se ao exterior, oferecendo vistas amplas sobre a generosa vegetação. As janelas permitem a entrada de muita luz natural e vistas para o topo das árvores.

Também os quartos são abertos ao exterior e tiram partido das vistas incríveis.

Uma porta de aço cortada a laser equipada com padrões de inspiração asiática conduz os habitantes e visitantes até à piscina coberta!

Créditos das Imagens: Steve Tsai and Ben Rahn/A-Frame

7
C3 House by Barclay and Crousse. Para começar a semana só com boas ideias (sonhar comanda a vida e no que nos diz respeito é uma boa ideia sonhar com momentos assim...) Via @meetmyproject | fotografia @estudiopalma

#barclayandcrousse #outdoordesign #outsoorfurniture #mobiliarioexterior #bythepool #landscape_hunter #architectures #archilovers #architektur #architecture #architect #dreamhouse #archproject
2
Linda, a cozinha que serviu de teaser à nossa mais recente edição da #revista_urbana, nas bancas, e que não conseguimos deixar de admirar... e sonhar com uma assim, com vista de mar - living by the sea é a sua assinatura. A N_Elle da Cesar Cucine só podia ser designed in #Italy

@cesarkitchens

#cesarcucine #kitchenswelove #kitchendesign #livingbythesea #kitchenwithaview #monolithic #freedom #espacocozinha #cozinhadesign #design #designlife #interiordesign #draw
Sem mais artigos