O UQAM Centre for Design tem patente a exposição “Entrer: en interférence- cinq architectures en Belgique / cinq architectures au Québec”
até ao dia 4 de Dezembro.

O foco no outono belga continua no UQAM Centre for Design com esta mostra produzida em parceria com Wallonie-Bruxelles Architectures, e aborda cinco empresas de arquitetura belgas, colocando-as lado a lado com cinco empresas do setor do Canadá (Quebeque).

Maxime Delvaux

Maxime Delvaux

A Wallonie-Bruxelles Architectures (WBA) apresenta cinco projetos que refletem a diversidade na Valónia e Bruxelas, que os visitantes exploram através de imagens e sons. Os projetos estão localizados dentro e fora das cidades e são principalmente instalações públicas;

Maxime Delvaux

Maxime Delvaux

Todos mostram as formas pelas quais os arquitetos e os seus patronos tentaram usar a arquitetura para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

Alain Jansens

Alain Jansens

Os cinco transformam o uso de espaços e a experiência dos seus utilizadores: o redesenvolvimento urbano através da conversão da propriedade industrial abandonada em uso cultural e empresarial misto; restauração do património para um projeto de preservação da memória de obras de arte; transformação de um espaço público; uma instalação desportiva em osmose com a paisagem num ambiente extraordinário; e, finalmente, uma comissão privada para um pequeno pavilhão para abrigar e melhorar uma coleção de arte.

Steve Montpetit

Steve Montpetit

Audrey Contesse, a curadora da parte belga da exposição, convidou o fotógrafo Maxime Delvaux e o designer de som Christophe Rault para partilhar as suas análises dos cinco projetos.

Chevalier Morales

Chevalier Morales

Duas análises sob a forma de um vídeo e uma montagem de som independente complementam uma coleção de objetos recolhidos e selecionados pelo curador em cada um dos locais e nos escritórios de arquitetura para representar a materialidade e relevância dos projetos.

James Brittain

James Brittain

O objetivo da parte canadense da exposição é apresentar ao público a contribuição criativa feita pelos arquitetos para a regeneração cultural e social do ambiente construído nas cidades de Montreal e Quebeque.

Serge Brison

Serge Brison

Os cinco projetos apresentados destacam-se pela sua excelência técnica e artística. Todos ganharam prémios da indústria: o Grande Prémio de Arquitetura da Ordem dos Arquitetos do Quebeque e a Medalha de Arquitetura do Governador Geral. Os projetos foram escolhidos pelo curador, professor de arquitetura e crítico Georges Adamczyk.

Civiliti

Civiliti

Sem mais artigos