O projeto assinado pelo atelier de design ARCHISTUDIO, situa-se na localidade de Tangshan, Hebei, na China e mostra como o tijolo, madeira e vidro podem formar um casamento perfeito!

Desenvolvido num terreno com 820m2, o projeto habitacional foi construído em 265m2 e está rodeado por pomares, terras agrícolas e rios… Resumindo, uma bela paisagem.

Tratava-se, originalmente, de uma casa de madeira com uma estrutura típica desta localidade, na década passada. O proprietário resolveu construir uma nova habitação que, hoje, funciona sobretudo como um espaço de lazer e de férias.

A inspiração arquitetónica partiu das habitações tradicionais do pátios chineses.

O conceito de design é derivado das casas no pátio (Siheyuan), uma espécie de residência tradicional chinesa. Siheyuan tem uma estrutura arquitetónica voltada para dentro, com edifícios dispostos em torno de um pátio central.

O exterior está fechado, enquanto o pátio interior está completamente aberto, o que oferece pouca privacidade para os ocupantes. Com base nas condições do local e nas funções do projeto, o ARCHSTUDIO organizou quatro salas de lados diferentes de maneira dispersa, adicionou um teto ao “pátio” e transformou-o num super salão, com exteriores transparentes e abertos, de forma a que se misture com a paisagem.

Os quatro quartos estão voltados para o interior e cada um deles contém um quintal dentro. Com escalas diferentes, esses quintais trazem paisagem e luz natural para o interior. A casa inclui quatro salas, quartos, escritório, cozinha e sala de equipamentos. As salas estão pensadas para diversas atividades, como recepção, sala de jantar e zona de piano. Além disso, a lareira, a mesa de jantar e o piano identificam ainda diferentes áreas de atividades públicas. Graças às janelas e portas de vidro, as atividades públicas podem ser estendidas aos terraços ao ar livre, onde as pessoas podem desfrutar da vegetação refrescante.

O ARCHSTUDIO apresentou a beleza natural dos materiais com base nas características do espaço de lazer rural. Das estruturas de aço às madeiras ou tijolos de xisto.

Nos pátios internos, grandes áreas das paredes de tijolo deixam vazios, permitindo a ventilação natural do ar e a penetração de luz. O telhado inclinado da área pública tem vigas com nervuras de madeira e telhado revestido com telhas de madeira carbonizadas. A combinação de madeira e tijolos produz um ambiente interior austero, acolhedor e natural.