Fotografia: Francis Amiand©

Os irmãos e arquitetos Michel e Daniel, do estúdio Bismut & Bismut, são os autores deste projeto de interiores, um apartamento em Paris, inteiramente renovado.

A família, um casal com dois filhos, atualmente a morar na Ásia, queria uma morada em Paris onde pudesse permanecer nas suas idas à capital francesa. O pai, colecionador de arte, principalmente de fotografia, tinha apenas uma exigência: que nesta casa as suas fotografias tivessem lugar de destaque e fossem parte integrante da decoração de interiores. 

layout global e a organização da casa não ofereceram aos arquitectos grandes preocupações, mas a entrada e corredor de acesso à casa de banho dos hóspedes foram alvo de algumas mudanças, bem como o quarto principal, que era inicialmente separado do quarto de vestir.  Outra intervenção na casa foi o chão, que era de carvalho escuro, amarelado, e entretanto substituído por um cinza claro, de modo a beneficiar a casa de mais luz. 

 Tudo foi pensado ao pormenor, e considerando o estilo de vida da família, algumas das suas peças e, naturalmente, as obas de arte e trabalhos fotográficos.

Na sala de estar, os arquitetos projetaram a lareira, enobrecida pelo bloco em mármore preto, encaixada num painel de carvalho cinza-rosa, com função de estante, onde repousam alguns livros, e com prateleiras em metal de espessura muito fina. Nesta sala, como em toda a casa, todas as janelas têm portadas de madeira, igualmente recuperadas. A mesa de café é assinada por Bismut & Bismut, feita em carvalho e wengé preto polido. As cortinas vestem-se com tecido de lã da Sahco. Nota de destaque para o lustre de teto da Roll & Hill e para a poltrona Finn Juhl, uma reedição da galeria Triode.


 Para a sala de jantar foi projetada a estante, onde os arquitetos optaram por uma mistura de carvalho cinzento com costas revestidas a metal e um jogo de volumes em madeira lacada azul, para alguns dos compartimentos. A mesa é da Barber & Osgerby e as cadeiras ‘tulipa’ da Paulin.


No quarto principal, a estante de metal e mármore batizada “Cubs” é assinada pela dupla de arquitetos e foi vista pela primeira vez na exposição no Palais d’Iéna “, em Paris. A cabeceira da cama é revestida a couro e madeira de cedro polida. Banqueta de Bismut & Bismut em wengé.