Incorporar a essência de Chicago no renascimento deste espaço foi o desafio da equipa do Gettys Gorup.

Fotografia: Gettys.com

O reconhecido grupo Getty, em parceria com a marca Renaissance e a Carey Watermark Investors Incorporated (CWI) procurou trazer a história de Chicago para o renovado Hotel, como forma de dar vida a este espaço novo destino urbano.

Localizado na movimentada esquina da Wacker Drive com a State Street, o Renaissance Hotel situa-se entre alguns dos edifícios mais icônicos do centro da cidade e tem vista para o Rio Chicago. O conceito de design pensado para esta renovação expressa a identidade urbana do hotel integrando nos próprios espaços diversas peças de arte simbólicas de Chicago.

Esta ideia surge bem refletida por toda a parte, começando, desde logo, após a chegada dos hóspedes a esta propriedade. Cenas de viagem, exploração e performance são apresentadas em telas de grandes dimensões à entrada.

Lá dentro, o lobby tem um novo layout e os tetos mais altos. Uma variedade de áreas de estar com móveis confortáveis ​​e exclusivos destinam-se a inspirar momentos sociais espontâneos e estão situadas entre instalações de arte que podem ser descobertas. Um mural de táxi composto inteiramente por lápis. Mesmo ao virar da esquina os hóspedes encontrarão um horizonte composto de romances empilhados, pintados de branco e, rabiscados com grafite junto à representação de uma nuvem cinza rodopiante… É a Biblioteca.

Balcões de check-in em forma de Y (o símbolo do Rio Chicago), em contraposição à arquitetura rígida das colunas do primeiro andar, envoltas com imagens fotográficas de bailarinas e outros cenários urbanos.

Nada no espaço é estático ou repetitivo. E o resultado é uma verdadeira ode à cidade.

Os acabamentos invocam a justaposição de texturas urbanas refinadas. Das madeiras lisas e limpas em contraste com complexos padrões. Uma paleta de cores neutras contra o bronze metálico, com toques de verde e uma grande variedade de materiais usados ​​em todos os recantos.

Também as áreas dos bastidores foram redesenhadas para otimizar o fluxo de trabalho para melhores experiências dos hóspedes tanto nas salas de jantar como nos espaços reservados aos eventos.

No coração do hotel foi criado o The Staytion e o Artist Studio adjacente. Um bar que é destino público para hóspedes e moradores de Chicago.

O Staytion celebra a história cultural da cidade apresentando vários génios de Chicago. Esboços de John Hughes, Louis Sullivan, Chaka Khan, Joan Cusack e muitos outros estão dispostos espelhos emoldurados, refletindo a cultura criativa do distrito dos teatros.

Em frente, foram projetados assentos em estilo estádio, adornados com almofadas e muitas tomadas elétricas.

NOS QUARTOS

Também aqui os hóspedes permanecem presos à essência de Chicago. Num ambiente mais calmo e descontraído é certo, com uma paleta de cores cinzas frios, com toques de azul profundo e amarelos vibrantes lembrando as linhas de comboio da cidade.  Certamente que os hóspedes também aqui reconhecerão o padrão em Y nos travesseiros e na carpete.