Os clientes, um jovem casal, tinham apenas uma exigência: um espaço exterior na sua pequena casa, em Tóquio, que lhes permitisse praticar yoga ao ar livre.

Descrição via Archdaily BR

O coletivo japonês Takamuro Yamamoto Architects projetou esta pequena casa que se caracteriza por partilhar um grande espaço exterior com uma área interior reduzida, localizada num bairro de Tóquio.

Através do processo de concepção desta casa, os arquitetos tentaram provar que a existência de um espaço exterior privado era importante para sublinhar a diferença crucial na qualidade de vida dentro da casa, assim como obter várias possibilidades de atividade ao ar livre.

A primeira coisa que decidiram foi criar um terraço adjacente à principal divisão da casa e ligar estes dois espaços por meio de grandes aberturas. As janelas generosas, necessárias para tornar os espaços internos mais amplos, bem iluminados e arejados, são um dos elementos mais dispendiosos dos edifícios, por isso, estas foram concentradas em zonas específicos de modo a melhorar a qualidade dos espaços internos.

Os clientes, um jovem casal, haviam pedido um grande terraço para fazer ioga ao sol. A partir disso, a melhor forma de inundar de ar fresco e de luz natural os espaços internos foi ligar o terraço à sala de estar e equipar o quarto com grandes janelas, como se houvesse na casa um órgão que deixa a casa respirar.

O segundo nível da metade leste do terreno foi escolhido como o espaço privado ao ar livre por estar voltado para o telhado da garagem do vizinho de apenas um só piso, a sul. A baixa altura da garagem, algo raro em Tóquio propiciou uma área residencial de alta densidade, e o espaço ao ar livre está assim exposto à luz do sol.

Os arquitetos quiseram criar este espaço o mais largo possível, de modo a mais luz do sol e maior porção de céu azul. No entanto, ter um grande espaço externo numa área de terreno limitada significa reduzir o espaço interno da casa. Para compensar essa perda, foi criado um sótão para arrumação entre o primeiro e segundo andares, cujo pé-direito é inferior a 1,40m.

Com essa disposição dos espaços, esta casa obteve uma quantidade suficiente de espaços utilizáveis enquanto foi melhorada a iluminação natural da sala de estar e do terraço.