A casa La Murta fica numa suave encosta perfumada pelas laranjeiras e foi alvo de total reconstrução, sendo hoje o lugar de férias da família à qual pertence há décadas.

Fotografia: María Mira / segundo a memória descritiva dos arquitetos

Voltada para o norte e nas margens do rio Xúquer (Júquer), em Valência, Espanha, esta casa de campo, que está na mesma família há anos, carecia de um trabalho aturado de recuperação. Tetos decorados, belísimas portas e portadas de madeira, pormenores em tijolo de burro… foram muitos os detalhe que coube aos arquitetos do coletivo Gradolí & Sanz observar e respeitar.

A entrada faz-se através de uma escada e de um amplo terraço ajardinado, elevado do solo, deixando a construção estruturada via um eixo transversal que, a partir do acesso e do terraço exterior, atravessa a casa e alcança o pátio interno ajardinado.

No trabalho, foram utilizados materiais e técnicas tradicionais: carpintaria de madeira no exterior, gradeamento de barras de aço maciço, piso de ladrilhos hidráulicos nos espaços internos, feitos sob encomenda, piso externo de barro cozido, carpintaria de demolição no interior devidamente restaurada, decorações de gesso decorativo com design próprio… tudo isto foi necessário para recuperar o caráter do edifício original e os sentimentos que permanecem nas memórias de infância dos seus proprietários.

FICHA TÉCNICA

Local: Vale La Murta, Alzira (Valência)
Projeto: 2016 | Trabalho: 2017-2018
Design de interiores: Carmen González Úbeda
Arquiteto colaborador: Francesca Pizzo
Construtor: Ensecon Obras e Serviços SLU
Paisagismo: Gustavo Marina
Carpintaria exterior: Fuster Alonso
Decoração em gesso: Miguel Salarich
Carpintaria de interiores: Muycarp S.L.
Restauração de carpintaria de interiores: Carmen de los Rios
Pavimento hidráulico: Mosaicos Capdevila S.L.
Fotografia: María Mira