O Centro Cultural Junshan tem projeto de arquitetura de Neri & Hu e recebeu um FRAME Awards 2020 – Prémio do Júri na categoria Espaço Cultural do Ano.


“Os habitantes são poupados do tédio de percorrer as mesmas ruas todos os dias … a rede de percursos e rotas não é organizada num nível, mas segue um percurso ascendente e descendente de degraus, pontes inclinadas, ruas suspensas. Combinando segmentos das várias rotas, elevadas ou ao nível do solo, cada habitante pode desfrutar todos os dias o prazer de um novo itinerário para chegar aos mesmos lugares. ”

                                   – Italo Calvino, cidades invisíveis

O Centro Cultural Junshan está localizado nos arredores de Pequim, no meio de montanhas e rios sinuosos, perto do reservatório de Miyun. O que fora apenas um edifício comercial de dois andares nos arredores de Pequim, iria agora ser transformado pela mão de Neri & Hu, o ateliê convidado a transformar este prédio em forma de rosca.

Os arquitetos aproveitaram a tipologia existente do pátio, criando duas sequências de viagens interligadas, uma para membros do clube e outra para os visitantes do centro de vendas.

Todos os espaços programados foram projetados de forma a ficarem próximos da natureza. Os layers do pátio principal e jardins de menor dimensão permitem que a arquitetura se funda harmoniosamente com a natureza.

Inspirando-se no seu contexto, o projeto arquitetónico combina a arquitetura tradicional do norte com a linguagem arquitetónica contemporânea e transforma-se numa nova interpretação da expressão arquitetónica.
O edifício ergue-se silenciosamente fora da água como uma massa de tijolos com espaços esculpidos para programas interligados a jardins que diluem a fronteira entre o interior e o exterior.
Na fachada, os painéis de alumínio com padrão de madeira em tons quentes formam um véu que suaviza o peso da fachada de tijolos.
Em termos de materialidade, as telhas tradicionais de tijolo formam a base da massa do edifício, estendendo-se da paisagem externa para os espaços interiores “intermediários”. Com painéis de tijolo e madeira como pano de fundo principal para o interior, um tema comum em todo o interior é o teto esculpido.

Programaticamente, o centro cultural oferece diversas funcionalidades, luxuosas e espaçosas, a todos os seus membros. Inclui um salão polivalente para eventos para 100 pessoas, um espaçoso lounge e bar para negócios, uma biblioteca, sala de leitura para crianças, sala de eventos privada, sala de media da família, um lounge bar onde se provam vinhos tintos e saboreiam charutos e um deque no top floor.


Parte do centro cultural funciona como um centro de vendas. Uma recepção de altura dupla dá as boas-vindas aos potneciais compradores para embarcarem numa viagem pela sala de media, jardim de inverno e depois subir a ponte que atravessa o pátio de acesso a um generoso salão de apresentações de vendas completo com salas VIP, bar e sala de jogos para crianças.

Um dos espaços mais importantes do clube é a galeria de arte, equipada com uma série de paredes móveis suspensas para um sistema de exibição flexível. O teto esculpido fornece alguma conexão visual com o nível superior, enquanto uma grande janela de vidro permite que o espaço se estenda para o pátio.

No segundo andar, uma sala de jantar privada e generosa, porém convidativa, completa os espaços de bar e cozinha show-cooking o que permite que os membros aluguem o espaço para eventos especiais. O lounge bar com vinho tinto e charutos e o terraço do terceiro andar oferecem uma vista ininterrupta da paisagem montanhosa a Oeste.


O edifício ganha vida com os diversos cortes geométricos esculpidos para interagir com o céu e a luz do dia, de modo a que cada espaço muda constantemente quando a luz é refletida na rica textura do gesso veneziano. Os móveis personalizados, os detalhes de latão, os veios naturais dos detalhes em pedra, a suavidade dos tecido e os elementos de iluminação escolhidos criteriosamente trabalham em conjunto para compor uma sensação de luxo discreto.


Ficha técnica

Localização: Beijing, China
Metros quadrados: 4000 m²
Período de design: novembro de 2017 – outubro de 2018



Sobre o escritório de pesquisa e design de Neri & Hu

Fundado em 2004 pelos parceiros Lyndon Neri e Rossana Hu, o Neri & Hu Design and Research Office é uma prática interdisciplinar de design arquitetónico sediada em Xangai, na China. Neri & Hu opera internacionalmente com serviços de arquitetura, interiores, planeamento urbano, gráficos e design de produto.