O bloco de apartamentos Reebooter vence o prémio “Large Apartment of the Year” no Frame Awards 2020.


“Fazemos parte da natureza de maneira profunda e fundamental, mas nas nossas vidas modernas perdemos essa ligação. O nosso estúdio debruça-se sobre o design de casas e cidades que respeitam os habitantes e o meio ambiente, ligando ambos neste processo”, diz Giacomo Garziano, o arquiteto fundador do gabinete GG-Loop, responsável por Freebooter o edifício de apartamentos duplex – premiado no Frame Awards 2020.

O edifício é uma resposta a esta questão, “à forma como o design biofílico é visto como a chave para um design verdadeiramente inovador, equilibrando os aspectos técnicos da construção ambientalmente consciente com a experiência qualitativa e vivida de um espaço orgânico e natural.” Giacomo Garziano.

O pequeno prédio, batizado Freebooter, localizado no centro da ilha de Zeeburgereiland, em Amesterdão, em frente ao rio Ij, é composto por dois apartamentos duplex de 120m2 cada. Sensível à história, costumes e cultura holandeses, o projeto pegou no passado marítimo da Holanda como ponto de partida.


O Freebooter é, assim, como um “navio em terra” moderno, com muitas referências ao vento, à água e à vela. Em terra que pertencia à água, um novo navio zarpou.

O nome do projeto em si é uma referência à figura histórica do ‘Freebooter’, freelancers particulares que reuniram equipas de marinheiros para explorar o alto mar.

Além de reconhecer a inovação holandesa e a natureza pioneira das nações, foi o espírito do Freebooter que o arquiteto, designer e fundador do GG-loop Giacomo Garziano procurou trazer para os apartamentos duplex, reunindo uma equipa altamente qualificada de artesãos e carpinteiros para ajudá-lo a alcançar a sua visão.

ESCOLHAS ARQUITETÓNICAS

Os principais materiais do edifício, como o casco de um navio, eram limitados a madeira, aço e vidro. A planta de cada apartamento, faz referência ao layout de um navio, é orgânica e de fluxo livre, com inclinações para espaços projetados para envolver e “desdobrar” à medida que o habitante nele circula.

Uma das características mais importantes do edifício Freebooter é o uso da luz. O coletivo GG-loop conduziu um estudo durante todo o ano das condições de luz para criar a forma e o posicionamento ideais dos elementos de sombreamento da estrutura. Essa fachada paramétrica possibilitou a distribuição ideal da luz, permitindo simultaneamente um nível adequado de privacidade.

O projeto é feito de uma estrutura híbrida de madeira laminada cruzada (CLT) e aço e foi pré-fabricado fora do local, permitindo um tempo de construção excepcionalmente rápido de três semanas para os quatro andares. O acabamento do bloco levou 6 meses.