Verter Turroni e Emanuela Ravelli são os criadores da imperfettolab. Entre colinas e oliveiras criam os seus três filhos e as mais inesperadas esculturas de mobiliário.

Fotografia: imperfettolab

Os italizanos Verter Turroni e Emanuela Ravelli vivem e trabalham juntamente com os seus três filhos enquanto criam peças únicas, intemporais e cheias de personalidade.

Juntos criaram a imperfettolab, uma espécie de laboratório onde desenham, testam e produzem móveis com total autonomia, desenvolvendo uma linguagem muito pessoal. Quase à semelhança do wabi-sabi, Invocam a imperfeição do material tornando- o num objeto único e irrepetível. Cada peça é única e original; lixada, pintada e polida à mão.

O Aspis, é uma estante oval ou redonda pendurada em fibra de vidro, e os vasos pertencem à linha Koneo, ambos criações de 2020.

A atenção aos detalhes e a prática habilidosa fazem dos seus objetos obras híbridas, entre arte e artesanato.

Os seus objetos são destinados a perdurar no tempo, na matéria e na identidade, e talvez por isso, apreciados por renomados arquitetos internacionais.

Emanuela é a voz que conecta a Imperfettolab com o resto do mundo, enquanto Verter se ocupa pelo laboratório, do esboço no papel, mistura de materiais, formas e cores até a definição do objeto. Sempre com a cumplicidade, o reconhecimento e o apoio do seu irmão Erich. “O espírito lúdico é confiado aos nossos filhos. São eles que testam os nossos trabalhos, certificam a sua durabilidade, funcionalidade e prazer. Acreditamos que é a sua expressão que valida e torna universal o nosso trabalho”, afirmou Emanuelle ao Vosgesparis.