Passamos em revista algumas das casas que mais nos orgulhamos de ter publicado durante o ano que findou. Todas diferentes, todas inspiradoras, e todas no campo ou na praia!

I. Sem dúvida uma das casas mais incríveis que publicámos nos últimos 365 dias. Uma área de mais de 3000m2 que acolhe um chalé integrado com a natureza. Localizada no leste do Monte Pinnacle, em Frelighsburg, no Quebec, Canadá, esta casa (segunda habitação) teve a intervenção do atelier Barda.

O projeto permitiu acentuar o relacionamento do morador com a natureza, “aquecendo” de forma indireta todos os espaços ocupados.

(Re)ver hometour completa

II. Seguimos com uma assinatura de Alexander & Co situada em Palm Beach, Sydney, na Austrália. O projeto consistiu na transformação de uma casa a poucos metros da praia numa habitação com atmosfera europeia.

A habitação pertence a uma jovem família apreciadora do convívio, da natureza e que valoriza a boa circulação, as vistas e relação entre espaços interiores e exteriores.

(Re)ver houmetour completa

III. De seguida, fomos até à Catalunha conhecer a casa AA. É o refúgio de férias da família e está defendida da estrada por um muro de pedra. A construção recorre a soluções construtivas em linha com as tendências ecológicas.

O projeto foi assinado por Alventosa Morell, estúdio de arquitetura com sede em Barcelona, e é uma casa de férias alojada num terreno sujeito a fortes ventos.

(Re)ver hometour completa

IV. No nosso top 5 consta também a residência Wooodway que representa uma transformação totalmente conectada com o exterior, sob os comandos da mwworks

A habitação situada no estado norte-americano Woodway, em Washington, sofreu uma reforma completa projetada pelo mwworks – estúdio de design baseado em Seattle.

A habitação foi projetada dentro da pegada de um trilho existente dos anos 50, do século XX, e apresenta-se completamente transformada numa espécie de plano aberto cheio de luz e com ligações diretas para o exterior.

(Re)ver hometour completa.

V. A terminar relembramos ainda a casa de um arquiteto que usa o conceito de pátio vertical. A nova casa cresceu em tamanho e manteve a escala para se misturar harmoniosamente com as demais habitações, históricas e ecléticas, que a rodeiam. O projeto é assinado pelo coletivo Montalba Architects que utiliza o conceito de pátio vertical para a remodelação da residência familiar do próprio David Montalba.

A casa gira em torno do pátio vertical que liga os três níveis do imóvel, bem como os jardins adjacentes em terraço, de modo a criar momentos de simplicidade e alguma poesia dentro da residência.

(Re)ver hometour completa