O novo espaço projetado por Yakusha Design &  Architecture Studio.

Fotografias: Yevhenii Avramenko Texto segundo memória descritiva

Sabia que o nome “Istetyka” surje da combinação de duas palavras ucranianas – comida e estética, precisamente?

Mais do que justificado, por isso, o nome atribuído ao restaurante onde a estética da comida é a principal mensagem a passar a quem os visita.

Esta forte matriz é notada quer no interior do espaço, quer nos pratos servidos. Os proprietários procuraram mudar a atitude em relação à comida rápida pronta para comer – transformando o processo numa experiência enriquecedora.

Os clientes são recebidos numa entrada de madeira com paredes com reboco de argila e cimento bruto, original do próprio edifício. Aqui, o pão é representado numa estética da comida como arte, onde menos significa mais.

Funcionalmente, o restaurante é dividido em três zonas. A área principal com mesas redondas espaçosas que serve para reuniões amigáveis. As pernas das mesas são feitas de material sustentável “ztista” à base de argila, papel reciclado, entre outros componentes naturais, uma técnica antiga é conhecida como ‘valkyvannia’.

Junto à área principal, existem mesas de cimento separadas para um ou dois lugares apenas. São complementadas por pufes retangulares  feitos de plástico reciclado.

A cozinha é separada da área de estar pelo vidro tonificado, elegantemente emoldurado por uma prateleira minimalista para os pedidos.

A conexão com a terra e a abordagem ecológica são a base da filosofia de Yakusha, pelo que a atenção dada aos materiais e sua origem foi especial.

As formas geométricas simples dos assentos são suavizadas pelas linhas arredondadas das mesas e lâmpadas. A frieza das paredes e móveis de cimento encontram calor na argila viva. A aspereza e texturas irregulares são equilibradas pela pureza e suavidade do aço.

Lâmpadas artesanais de macramê dão um acabamento elegante à área sobre as mesas de jantar. Acompanhadas de arandelas de aço arredondadas, enchem o interior de uma luz suave após o pôr-do-sol.

A maioria dos itens do restaurante Istetyka foram feitos à mão por artesãos locais e o resultado não podia ser mais especial.