Uma recuperação total cujo entrelaçamento entre o novo e o antigo nem sempre é distinguível. O projeto ficou a cargo do RAR.STUDIO.

Fotografia: Francisco Nogueira Texto segundo memória descritiva

O edifício localizado no centro de Lisboa encontrava-se em estado de ruína iminente, pelo que a intervenção do RAR.Studio ocorreu de forma estrutural e transversal.

A operação visou os necessários trabalhos de reforço e todo o tipo de infraestruturas e sistemas para melhorar o desempenho energético e conforto dos apartamentos.

A fachada principal e o vão da escada do prédio foram restaurados, com redesenho do hall de entrada, das áreas de circulação na cave e no pátio, e a cobertura foi reconstruída.

Aos primeiros passos pode sentir-se, desde logo, a pegada histórica da estrutura, embora brilhantemente recuperada.

O desafio consistiu neste jogo constante entre reabilitar e criar, isto é, entre preservar a memória de outros tempos e conferir modernidade e conforto aos espaços.

Embora todos os apartamentos tenham sofrido alterações semelhantes ao nível espacial, houve depois a oportunidade de cada proprietário personalizar de acordo com os seus gostos e desejos.

Nas traseiras do edifício foi, ainda, instalado um elevador cumprindo as necessidades e demandas dos moradores de hoje e a estrutura metálica das varandas foi alargada dando origem a um aumento da área exterior privativa, com uma nova entrada para os apartamentos e acesso ao pátio.