Paredes em tijolo ou cimento, um pé direito fora do normal, canos e vigas à vista, coisas penduradas no teto…viver num Loft é uma experiência de vida diferente!

Fotografia: Maxim Zhukov

Espaços para viver…não há nada mais urbano do que um Loft que é também uma escolha de vida. Sim, porque viver num espaço aberto pode até mudar a maneira como se está em casa.

Este fica perto de S. Petersburgo e apesar de ter umas dimensões bastante mais pequenas do que aquelas que normalmente associamos a um loft (este tem 77m2) o conceito é o mesmo: um espaço aberto, um aproveitamento total do enorme pé direito e acabamentos genuínos e menos “trabalhados”.

Era um apartamento típico de três quartos com muitos espaços pouco aproveitados. O novo proprietário (diretor de uma grande cadeia de lojas de desporto) sabia exatamente aquilo que não queria: “detesto lustres e todos aqueles pormenores com dourados e outros atributos pretensiosos do estilo palaciano que se usa muito nas casas na Rússia”.

Como é uma pessoa que viaja bastante, está a par das últimas tendências e pratica vários desportos, queria mais espaço e soluções atuais como o micro cimento num ambiente industrial e até um pouco “dramático”.

O arquiteto e designer Maxim Zhukov foi o responsável por esta transformação que aproveitou ao máximo a altura do chão ao teto que já existia (3.80m2) e fez mezaninos e balcões como na cozinha e casa de banho ou por cima da cama do quarto principal onde se criou um espaço de trabalho que o dono da casa ocupa sempre que trabalha no computador.

Muitas das coisas foram trazidas das várias viagens que o proprietário faz ao longo do ano e que ajudam a dar um ar mais quente a este “canto” tão urbano!