Cascais recebe uma nova marca portuguesa vocacionada para as famílias amantes do mar, da natureza e das experiências locais.

O projeto pensado por uma família, para acolher outras famílias, chamado Villas Sea’Ya Family Surf Houses, fica em Cascais, e garante uma resposta adaptada e personalizada às necessidades de cada cliente que ali chega.

Desde que foram pais que o casal cascalense Maria Saldanha e António Monteiro se perguntam porque é que ir de férias em família implica, inevitavelmente, levar a “casa às costas”? E porque é que os surfistas e outros praticantes de desportos de mar só encontram resposta às suas necessidades em hostels?

As dúvidas tiveram na base do seu próprio projeto, pensado de família para outras famílias! Assim é o Villas Sea’Ya Family Surf Houses, um alojamento local de charme adaptado às necessidades de cada nova família que chega. O Sea’Ya Family Surf Houses promete surpreender os mais exigentes surfistas e famílias amantes da natureza e das experiências locais.

A nova unidade de alojamento está localizada em Cascais, na pitoresca aldeia da Charneca, a menos de 2km da famosa praia do Guincho, imediatamente ao lado do Parque Natural Sintra Cascais, e a minutos do centro de Cascais e da Serra de Sintra. É um espaço com três villas independentes – Villa Abano, Villa Cresmina e Villa Guincho – todas elas com amplos e solarengos terraços e uma decoração onde se destacam os materiais naturais, os tons neutros e a simplicidade dos pequenos detalhes.

Pensado por uma família de surfistas, para acolher outras famílias, o Sea’Ya Family Surf Houses coloca à disposição dos hóspedes equipamentos das melhores marcas de puericultura tais como berços, cadeiras de refeição, espreguiçadeiras, marsúpios, banheiras de bebé, carrinhos de passeio, intercomunicadores, barreiras de cama, cancelas de escadas, entre outros aparelhos e produtos essenciais para quem viaja em família sem ter de “levar a casa às costas” e sem custos adicionais por isso!

“Temos parceria com as melhores marcas para garantir a segurança e qualidade de todos os materiais que disponibilizamos aos hóspedes”, acrescentam os proprietários, Maria e António. “Na verdade, fomos ainda mais além no nosso conceito quando tomámos decisões de arquitetura a pensar nos mais novos e na tranquilidade dos pais: o chão exterior é antiderrapante, os duches foram pensados para facilitar dar banho aos mais novos, o chão é fácil de limpar e desinfetar, todos os terraços são vedados para que as crianças possam brincar livremente junto dos pais”.

No Sea’Ya Family Surf Houses não há televisão, mas sim uma ampla oferta de brinquedos da marca portuguesa de brinquedos didáticos, sustentáveis, e jogos de tabuleiro para que as famílias possam passar tempo de qualidade juntas. “Para além disso, todas as nossas atividades complementares de lazer foram cuidadosamente pensadas, em conjunto com os nossos parceiros, para serem feitas em família”, explicam Maria Saldanha e António Monteiro.

Quem pratica desportos de mar tem à sua disposição suportes para pranchas, duches de água quente no exterior, mangueira de pressão para lavagem de material e aluguer de equipamento para todas as idades e exigências. António Monteiro, surfista há mais de 25 anos, ficará encarregue de aconselhar os visitantes sobre as melhores ondas da região, muitas vezes reservadas apenas aos locais, informar sobre forecasts, e toda a informação que um surfista precisa em viagem. Os hóspedes podem tirar partido de aulas de surf, SUP, kitesurf e windsurf para todos os níveis de aprendizagem, yoga, passeios a cavalo na praia, recolha de lixo nas praias, caminhadas “Walking Mentorship”, passeios à Serra de Sintra e aluguer de bicicletas elétricas, para citar apenas alguns exemplos.

O Sea’Ya Family Surf Houses destaca-se ainda pela componente de sustentabilidade. “Somos uma família com forte ligação ao mar, pelo que nos preocupamos com o impacto da nossa atividade no mesmo. Evitamos o uso de plástico, temos detergentes ecológicos e amenities em formato de recarga para permitir a compra ao litro e dessa forma a redução do consumo de plástico, incentivamos a reciclagem e temos atividades específicas de recolha de lixo nas praias, em família ou em grupo”, acrescentam os responsáveis.

Contudo, Maria e António sabem que ainda muito há para fazer. “Estamos a fechar uma parceria com uma instituição de limpeza dos oceanos para que parte do nosso lucro reverta a favor das suas atividades, queremos capitalizar a excelente exposição solar do espaço e instalar painéis solares em todas as casas, e temos já muitos projetos pensados, para o futuro, nesta área”, acrescentam.