Está a decorrer na cidade Invicta até ao dia 28 de setembro e promete uma explosão de criatividade.

São vários os curadores de renome presentes num programa rico em iniciativas e experiências, que poderá consultar com maior detalhe no site oficial da Porto Design Biennale.

Além de profissionais de excelência vão ainda estar presentes numerosas marcas e produtos como forma de se afirmarem uma referência no que diz respeito ao design. A Ghome, por exemplo, vai estar presente com o seu banco Aço Stool que fará parte da exposição “Portugal Industrial – Ligações entre o design e a indústria”.

Com curadoria de Michel Charlot e Megan Dinius, esta exposição relembra a forte capacidade de produção da Europa e de Portugal como um dos principais protagonistas. E vai reunir uma seleção de vários objetos de fabricantes nacionais, que, segundo comunicado oficial da Porto Design Biennale, “ganham um novo protagonismo, proporcionando acima de tudo um diálogo entre o público e a sua herança industrial.”

Nas palavras de Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal de Porto, “o design tem-se afirmado nos últimos anos como uma disciplina de eleição para pensar a cidade e construir o seu futuro. Este fenómeno internacional apresenta especial relevo nos municípios de Matosinhos e do Porto. (…) É importante salientar o papel das duas Câmaras Municipais que, desde cedo, viram no design um parceiro fundamental no acesso à cultura, potenciador do pensamento artístico e suas linguagens, dando um contributo importante para a criação de uma nova geração de designers na região. A primeira edição da Porto Design Biennale vem, desta forma, consolidar a presença deste território cultural comum no panorama internacional de design”.