Uma sala de cinema em casa é um “guilty pleasure” comum a muitos. Porém, este é um espaço que obedece a alguns cuidados se o objetivo for um resultado acolhedor e elegante.

O Home Theater que lhe apresentamos tem a assinatura do arquiteto Marlon Gama e foi apresentado na mais recente edição da Casacor Bahia 2019. No caso, o projeto foi idealizado para uma família que procura o conforto e elegância quando, em simultâneo, consegue garantir a integração entre os vários ambientes da sala.

O espaço com pouco mais de 60m2  está dividido em três ambientes distintos; uma zona de televisão com sofá e poltronas, um espaço de jogos e, ainda, a área destinada ao bar.

Num ambiente com estas características é determinante pensar na questão acústica. E a pensar nisso, Marlon Gama seleccionou elementos sustentáveis, de bases neutras, como tecidos para o revestimento de paredes, por exemplo, o uso de couro no sofá e poltronas, a madeira texturada e, até, um tapete de grandes dimensões.

Segue-se a preocupação com a iluminação. De forma de não interferir com a grande “tela de cinema” foram seleccionadas luzes de baixa intensidade. Os brancos e pretos foram, também, trabalhados cuidadosamente permitindo um jogo de luzes com maior incidência de luz nas zonas claras e a ausência de luz nos espaços onde há a presença do preto. Como por exemplo, a coleção de obras de arte contemporânea, composta por autores como Ascânio, Artur Lescher, Vik Muniz, Fabi Aleixo, Caribé e Floriano Teixeira.

Naturalmente que para um Home Theater funcionar na sua plenitude é, finalmente, imprescindível, rodear-se de equipamentos que reproduzam fielmente áudio e vídeo. Felizmente, as soluções tecnológicas ao “nosso” dispor nos dias que correm são versáteis e até para as mais variadas carteiras.

Tudo isto a par com uma decoração cuidada e elegante. O resultado é um espaço interativo, que alia estética, conforto e funcionalidade.

Créditos das Imagens: Fotos Marcelo Negromonte