Tem características muito próprias e as suas influências são recorrentes em projetos de interiores ocidentais. Se também é fã aqui ficam cinco ideias para importar para dentro de sua casa.

Imagem de destaque: freepik

ESTILO

A sala com vista para a Praia Carbon em Malibu, na Califórnia, fica no Nobu Ryokan, um hotel com uma reinterpretação do ryokan, a pousada tradicional de estilo spa japonês. A paleta neutra prevalece abrindo espaço ao omotenashi, a que chamam de uma hospitalidade japonesa muito própria onde os convidados são recebidos com todo o coração.

CAMAS

O estilo de cama japonês, tradicionalmente não tem pés, é composto por um colchão numa placa de madeira ou tatame, assente no chão. Hoje em dia existem inúmeras reinterpretações modernas quer ao nível de cores, dos materiais, e alturas.

ESTANTES

Usar caixas de madeira empilhadas com o objetivo de criar prateleiras é uma boa sugestão de ‘do it yourself’. Estas são do Box Hotel, uma unidade hoteleira no Japão que aqui se transformou numa coleção de artigos japoneses  e sacos de café Arábica Kyoto.

BANQUETAS

Projetado pelo designer finlandês Kari Virtanen para Nikari, o Periferia Sauna Stool KVJ3, é um banco em madeira de amieiro projetado com uma forma côncava e com uma espécie de drenagem, ou abertura ao centro, para permitir que a água escorra.

MÓVEIS SHAKER

Este tipo de mobiliário tem na sua essência a comunidade shaker cuja base da sua economia era a autossuficiência. Todos os móveis, ferramentas e meios de produção eram fabricados artesanalmente no seio da comunidade, para seu próprio uso. Deviam de ser construídos conscientemente, de uma forma simples e sem elementos supérfluos. Deixamos-lhe um ambiente com móveis shaker de estilo japonês. Inspire-se!