O design de Pitsou Kedem desfoca as fronteiras entre os espaços privado e ao ar livre. Num prédio de construção recente, na parte norte de Telavive, esta penthouse muito exclusiva ocupa um andar inteiro, com cerca de 600 metros quadrados, e é aberta e transparente, com vista para a cidade, sem restrições.

Projeto: Pitsou Kedem / segundo a memória descritiva

A totalidade do apartamento exibe uma tela de paredes claras. Os espaços interiores, que parecem flutuar dentro da estrutura do edifício, estão inteiramente abertos à cidade. Destacam-se as passagens ou corredores, numa linguagem de design convencional, para os quartos, casas de banho e demais espaços do apartamento, nenhum deles ‘fechado’ ou localizado ao centro da penthouse.

Todos preservam a vista para a cidade. Os níveis de transparência e exposição são controlados por meio de vários sistemas de sombreamento. E deste modo as linhas de visão, longas e contínuas, são mantidas de um espaço para o outro.

Ao longo de toda a fachada, com cerca de 25 metros, existem portas deslizantes transparentes, com estrutura de teca, que permitem abrir / fechar os vários espaços interiores, como quartos e casas de banho, à concha externa.

A cidade funde-se no apartamento, a temperatura é regulada e os seus moradores podem desfrutar da linha do horizonte.

O estilo do apartamento, internacional, mantém as influências clássicas do espírito da época. Como, por exemplo, o estilo do arquiteto francês Jean Prouvé, cujo trabalho enfatiza a praticidade.

Os materiais usados ​​na construção do apartamento são, na maioria, revelados no seu estado bruto. O chão é de tijoleira e uma parede de cimento aparente, na sala, é compensado com uma estante de metal.

A piscina é completamente coberta de pedras escuras para que a cidade possa refletir-se na água. Ao longo da varanda, os canteiros exibem árvores de frangipani que refletem e prolongam a flora característica de muitos jardins de Telavive.

Os clientes têm uma impressionante coleção de arte. Tal desempenhou um papel significativo no design dos espaços, cada um deles relacionado com uma peça específica ali exibida.

A responsabilidade de dar uma nota de bom humor ao design acolhe o tom amarelo, que foi usado na porta principal, no armário e nalguns toques adicionais, espalhados, aqui e ali, pelo apartamento.