No centro histórico de uma vila bem preservada, em frente à igreja, uma antiga adega e ao volume adjacente foram reestruturados dando origem a um ambiente íntimo e especial.

Fotografia: Julien Kerdraon

Em Castries, França, o coletivo de arquitetura (ma! ca) Montpellier, levou a cabo a reforma de dois edifícios preservando as características da herança e de prestígio preexistentes.

A escada de pedra, as lajes de cimento e a estrutura do telhado de madeira são as originais; por seu turno, o grande volume e as formas minimalistas da adega transformaram-se num espaço aberto e fluido, aberto ao exterior através de um pátio de forma quadrada, na parte traseira.

O espaço existente na casa aloja hoje os quartos, ao passo que a antiga adega ficou destinada para os espaços que reúnem as atividades quotidianas da vida familiar.

A forma arquetípica da adega, numa estrutura longa, acomoda sucessivamente a cozinha, a sala de estar e a grande mesa que dá para o pátio e a piscina.

A posição da piscina, ao lado do edifício, cria várias atmosferas para cada momento da vida, permitindo experimentar os ritmos sazonais ao longo das vibrações naturais do ar e da matéria.

Do lado de fora, parte do telhado da adega original foi removida para projetar o pátio ao ar livre. A composição deste espaço – dentro de quatro paredes – ecoa o estilo de vida mediterrânico.

Além disso, optou-se por manter uma das paredes de duas águas da adega, um vestígio do passado, para garantir a eficiência térmica do edifício. O calcário mantém o nível de humidade correto durante toda a noite, principalmente no verão, assegurando um local fresco e agradável.

No pátio, o padrão “meia piscina e meio pátio” confere a essa fatia de água uma postura fundamental: é o pivô da composição geral do ambiente externo e serve como ligação ao ambiente interno.

As três dimensões da arquitetura, história e tecnicidade estão em diálogo e este projeto escreve uma narrativa “personalizada” em cada detalhe, dando ao local o seu próprio espírito único.

FICHA TÉCNICA

Localização: Castries, Sul de França
Data de conclusão: dezembro de 2016
Superfície: 920 metros quadrados
Crédito da foto: Julien Kerdraon

Sobre (ma! Ca) arquitetura

(ma! ca) é uma empresa de arquitetura com sede no sul de França que adapta a sua metodologia aos requisitos exclusivos de cada projeto. Sempre em prol de uma identidade forte. A prática exploratória é guiada por um compromisso de forçar limites criativos e presta um cuidado meticuloso a todos os detalhes de maneira sensível. O nome (ma! Ca) é inspirado numa planta com virtudes terapêuticas, porque para (ma! Ca), a arquitetura desempenha um papel fundamental na saúde humana e tem um efeito significativo no bem-estar físico e emocional.
Maya Brudieux viveu em Roterdão e Saint-Jean du Gard e Camille Morcrette em Montreal e Marselha, respetivamente. O seu trabalho é colorido de modernidade e tem como objetivo encontrar um equilíbrio subtil entre radicalidade e surrealismo.