Cinco sócios, quatro homens e uma mulher, uniram-se na criação do seu próprio negócio no setor financeiro. Com o objetivo de impressionar os seus clientes apostaram numa decoração de base clássica com apontamentos contemporâneos.

O facto de terem de ser obrigados a seguir algumas especificações no que diz respeito ao layout do espaço, ligações tecnológicas e, de segurança, levou-os a que pedissem ajuda à arquiteta Beatriz Quinelato.

Para a especialista, um dos maiores desafios consistiu em convencer os clientes de que nos dias que correm é perfeitamente possível conseguir um ambiente acolhedor em ambiente de escritório. A proposta passou por uma solução mais convencional conjugada com uma linguagem contemporânea. Uma estratégia a pensar no aumento do bem-estar de cada um e da produtividade de todos.

“Hoje características que antes eram consideradas exclusivas de casa, são agora traduzidas em escritórios, grandes empresas e espaços comerciais para que o ambiente aumente a interação das pessoas com os espaços”, explica Beatriz Quinelato.

A sala, predominantemente cinzenta, foi harmonizada com elementos a preto e um toque de verde para manter a ligação com o restante projeto. “Na sala de reuniões, com mesas e cadeiras, coloquei uma cadeira linda para que não ficasse com ar de escritório datado”, comenta a arquiteta. Conectado através da gama de cores, o projeto renomado Tauari conta com uma paleta suave e contemporânea.