Crédito da Imagem: Ikea

Já todos ouvimos testemunhos de acidentes, com maior ou menor gravidade, ocorridos em casa. E que, muito provavelmente, poderiam ter sido evitados com algumas boas práticas.

As crianças têm uma imaginação fértil que, quando aliada à falta de consciência das ameaças que as rodeiam, pode ser verdadeiramente perigoso. Muitas situações são inofensivas para adultos, mas requerem cuidados redobrados com os mais pequenos.

Uma piscina a descoberto, tomadas sem protetores, fornos ligados, portas de acesso a varandas, ou escadas sem cancela, são alguns dos exemplos. Reunimos algumas boas práticas que deverá rever caso existam crianças na sua casa.

Ralos circulares

Dada a curiosidade das crianças, mesmo na hora do banho, pode acontecer enfiarem os seus dedinhos e ali ficarem presos.

Produtos de limpeza

Mesmo que arrumados em armários inferiores, as portas deverão ter trancas. Algumas vezes os produtos estão, inclusivamente, armazenados em garrafas de água e sem qualquer identificação, tornando-se confuso até mesmo para os adultos.

Objetos cortantes

Facas, garfos, outros utensilios de cozinha… Além de deverem ser arrumados nas gavetas de cima, não facilite e mantenha as trancas de gaveta.

Fósforos ou isqueiros

Preferencialmente, devem de estar longe da vista dos mais pequenos. Os armários superiores são ideais para dificultar o seu acesso.

Medicamentos

Produtos que, uma vez mais, devem de estar em armários altos e trancados.

Cortinados

O cordão lateral utilizado para abrir ou fechar cortinas pode ser perigoso se ao brincar, a criança o enrolar à volta do pescoço, correndo o risco de asfixia.

Laurette
Le Coffre Toy Box White

Mobiliário

As esquinas são perigosas para bebés, especialmente quando estão a aprender a dar os primeiros passos. Coloque protetores de borracha nas quinas.

Televisões

Sempre que possível fixem-nas à parede. É comum com a brincadeira as crianças atingirem a televisão e esta cair sobre elas.

Estantes e armários

Sempre que possível devem afixá-las à parede. Na tentativa de tirarem um brinquedo mais inacessivel as crianças podem tentar escalar a estante e com o peso ela cair sobre a criança.

Janelas

São uma preocupação constante quando se tem filhos. A natural curiosidade sobre o mundo que a rodeia e o movimento que se passa “lá fora” são uma tentação constante. Todas as janelas devem ter trancas, sem exceção.