O homestaging neste apartamento de áreas pequenas resultou numa habitação moderna, híbrida e bastante mais valorizada.

O projeto assinado por Eloisa Piardi, diz respeito a um pequeno t1 situado em Porto Alegre, Brasil. O maior desafio para a decoradora foi conseguir cumprir com todas as funções de uma casa num espaço tão reduzido, onde cada centímetro conta.

Na cozinha foi removida parte da parede, o vão original que dividia a sala e a cozinha, permitindo uma amplitude maior ao apartamento,  além de proporcionar maior iluminação e ventilação.

O projeto é um espaço integrado onde cada ambiente tem as suas características, o que permite que mesmo estando num único espaço de 32m², se sinta a diferença entre cada um deles.

Os móveis foram projetados a partir da necessidade dos proprietários com predominância da cor branca. A sala é delimitada por boiseries (molduras salientes na parede) que dividem subtilmente a zona de estar e de jantar.

Já no quarto fica, a cama fica com a vista para a Figueira que emoldura as janelas e o armário é branco, em forma de L proporcionando assim uma bancada para estudo ou trabalho.

Nas  costas, vemos um painel ripado que é, na verdade o hall de entrada do apartamento. Foi a solução para que quem entre não veja diretamente a cama, permitindo também maior privacidade.

No final do L foi projetada uma estante metálica cuja função é separar os espaços visualmente.