O pavilhão croata propõe uma nova abordagem para os espaços de hospitality, seguindo as tradições e misturando-as com as mais recentes técnicas de modelagem 3D.

“Cloud Pergola / A Arquitetura da Hospitalidade” é o cenário cooperativo específico do local que o Pavilhão Croata apresentará na 16ª Exposição Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza. Concebida e desenhada por Alisa Andrašek com o curador do Pavilhão, Bruno Juričić, a instalação hospedada no Cordoaria cruza as fronteiras da arquitetura, arte, engenharia, robótica e modelos computacionais, transformando a pérgola do Mediterrâneo num espaço futurista e etéreo para habitar.

CROATIA PAVILION - CLOUD PERGOLA - image 01

Sob as árvores do futuro: o Pavilhão Croata da próxima Bienal de Veneza alojado na Cordoaria transforma-se numa floresta futurista. Estruturado através da interação de três intervenções – Cloud Drawing de Alisa Andrašek e Bruno Juričić, To Still the Eyes de Vlatka Horvat e Ephemeral Garden de Maja Kuzmanović -‘ Cloud Pergola’ é o ambiente cooperativo específico do local escolhido para representar a Croácia nesta Bienal. Feito em parceria com Arup e Ai-Build, Londres, e concebido pelo curador do Pavilhão, Bruno Juričić, esta instalação transforma o elemento arquitetónico clássico mediterrânico da pérgola numa experiência visionária que combina os temas de hospitalidade e mudança climática.

CROATIA PAVILION - CLOUD PERGOLA - image IMG_3355

Com efeito, no contexto cultural do Mediterrâneo, a tipologia da pérgola mapeia uma experiência específica: um espaço onde o público e o privado se fundem, onde o homem e o natural não podem ser separados. A sua estrutura elementar e vernacular possui um significado vívido, sendo tanto um abrigo do sol quanto um espaço socialmente carregado.