O estúdio LLI Design concluiu recentemente a total remodelação de uma casa vitoriana de 3 andares numa área residencial arborizada em Highgate, no lado norte de Londres.

Fotografia / Styling: Rick Mccullagh / LLI Design

43496-preview_low_1701-4_43496_sc_v2com

briefing consistiu em criar uma casa confortável e aconchegante com toques modernos. Embora a casa estivesse em condições razoáveis, todas as madeiras e acessórios eram datados, tinham sido muito usados e estavam com uma aparência gasta.

Muitas das características daquele período foram removidas e as que restaram não foram maximizadas. A casa carecia de caráter e personalidade, embora beneficiasse de boas estruturas, quartos bem proporcionados, um jardim encantador e um bom espaço exterior.

O gabinete LLI Design sentiu que muito mais poderia ser feito com aqueles recursos, reforçando alguns deles e reintegrando outros, para devolver um pouco do visual vitoriano da propriedade, bem como adicionar elementos mais contemporâneos ao layout.43497-preview_low_1701-4_43497_sc_v2com

A casa tem 230 metros quadrado espalhados por 3 pisos, incluindo uma adega e um belo jardim traseiro. O piso térreo é composto por uma sala generosa que conduz a outras 2 salas, em jeito de hall e, no final do corredor, a uma cozinha ampliada. Havia um pequeno WC e escadas que conduziam até à cave. Decidiu-se deixar a cave como estava e usá-la para arrumação adicional.

43501-preview_low_1701-4_43501_sc_v2com

O primeiro andar é dividido em duas suítes. A Master Suíte é composta por um bom quarto principal, com acesso à zona inferior, onde está uma casa de banho e, já fora do quarto, um pequeno closet. Foi criado um quarto-berçário na frente da casa, de área considerável, com uma casa de banho privativa. No segundo andar alojou-se um quarto para as crianças e, no último andar, instalou-se uma casa de banho familiar, um quarto de hóspedes e uma generosa sala de estudos.

Piso térreo

Aqui existe a entrada de acesso ao corredor. Embora o corredor tivesse um tamanho considerável, faltava-lhe caráter. Para resolver isso, os vitrais da janela de ventilação acima da porta da frente e da janela lateral foram restaurados, com desenho sob medida, devolvendo luz, cor e textura ao corredor. O piso de ladrilhos originais tinha sido removido há muito tempo e foi substituído por um chão preto e branco, ao estilo do período vitoriano, com uma moldura padronizada. Tal aumentou visualmente o tamanho e a leveza da área do hall.

43485-preview_low_1701-4_43485_sc_v2com

Considerando o tamanho total da casa, não havia sido dada especial atenção à arrumação de casacos e afins, para quem chega a casa. Para não comprometer o tamanho do living, foi retirada uma pequena parcela de espaço à sala de jantar, adjacente ao living, de modo a ser criado um volume com boa capacidade de arrumação.

AFTER - LLI Design - Victorian Townhouse Highgate - entrance hallway panelling

Para que isso não fosse visualmente intrusivo, este volume acaba por se revelar uma vantagem adicional, ao criar um nicho para um aparador, fazendo com que esta alteração pareça natural.

Nigel Tyas foi o profissional contratado para desenhar um candeeiro suspenso, de cobre e vidro, visualmente dramático, colocado na escada, e este pende do teto do piso superior até o piso térreo, funcionando como uma ligação visual e um fator wow.43486-preview_low_1701-4_43486_sc_v2com

Nas salas de estar e jantar foram aplicados novos soalhos de carvalho em tons de cinza claro e lareiras tradicionais em mármore branco. As madeiras lacadas a cinza claro sob medida foram projetadas e instaladas em ambos os lados das lareiras, nas duas salas, incorporando muito espaço de armazenamento, com estantes assimétricas iluminadas.

Ambas as salas de jantar e de estar tinham tetos de gesso ornamentados. No entanto, haviam sido pintados de branco e ficaram visualmente perdidos. Este recurso foi reanimado, ao decidir-se pintar o relevo de gesso em tons de cinza, mas contrastantes, para enfatizar os detalhes.43495-preview_low_1701-4_43495_sc_v2com 43494-preview_low_1701-4_43494_sc_v2com

A cozinha, que foi ampliada, embora de bom tamanho, era bastante escura, com uma parede de portas de correr em fole, e tem vista para o jardim. O estilo arquitetónico era tradicional e de acordo com a arquitetura da casa. A extensão traseira foi melhorada com a adoção de uma estética contemporânea, instalando-se portas de correr dobráveis em alumínio cinza escuro nos dois lados, o que permitiu grandes quantidades de luz e deu uma sensação real de conexão com o jardim.

43491-preview_low_1701-4_43491_sc_v2com 43490-preview_low_1701-4_43490_sc_v2com 43492-preview_low_1701-4_43492_sc_v2com

A cozinha existente foi completamente redesenhada para se adequar à família, criando-se uma cozinha com móveis de madeira de nogueira desenhados para o efeito. O estilo é um contemporâneo clássico, em cores suaves, com muito espaço de arrumação, incluindo uma despensa generosa e armário para os pequenos-almoços, onde está a chaleira e a torradeira, bem como um pequeno frigorífico para o vinho.

ANTES E DEPOIS, O QUE MUDOU

 

Sem mais artigos