Por a 24 Março 2022

Uma casa de 1960 no típico bairro de Greenpoint, em Brooklyn, foi remodelada e subdividida em vários pequenos espaços para acolher uma família de quatro. O resultado é um triplex fluído e cheio de luz.

Projeto: Barker Associates Architecture Office / Localização: Brooklyn, Estados Unidos da América / Fotografias: Francis Dzikowski/OTTO

Localizado no bairro de Greenpoint, em Brooklyn, nos Estados Unidos da América, uma bonita e típica casa datada de 1960 foi remodelada e subdividida. Os proprietários – uma família com dois filhos – queriam torna-la num triplex, que potenciasse os espaços abertos e a entrada de luz, e que tivesse detalhes e padrões coloridos.

De acordo com a descrição do projeto, a casa tinha uma forma pouco comum e estava inserida num lote pequeno, o que tornou desafiante a criação de alguns espaços, como a casa-de-banho no piso térreo. A escada existente foi mantida e o espelho dos degraus foi pintado na cor Green Ground da Farrow and Ball.

A zona de estar foi mantida na sua forma original, assim como detalhes de época como a moldura do teto, da janela e a cornija da lareira. Pese embora numa versão mais simplificada, resultante do projeto de restauro a que foram sujeitas.

A cozinha é em forma de “L” e revestida a azulejo cerâmico em verde brilhante, com prateleiras abertas em madeira de carvalho na cor branca. Uma porta leva a um deck com vista para o jardim.

Subindo um piso, um quarto que fica de frente para as escadas, tornou-se espaço de trabalho com vista para a rua. Para a decoração foram escolhidas uma mesa e uma cadeira da Dims e prateleiras embutidas. No mesmo piso existe também uma casa-de-banho completa, revestida a azulejo da Complete Tile, que complementa o papel de parede Ripley da Sanderson.

O piso superior acolhe a suíte principal, com um pé-direito generoso e uma claraboia escultural no salão. As paredes são pintadas na cor Green Blue da Farrow and Ball.

A casa-de-banho da suite principal, que também tem uma claraboia, contempla uma banheira de superfície da Perlato, papel de parede Yukutori da Farrow and Ball e mosaicos cerâmicos hexagonais Vermeere na zona de duche.

Uma parede  com prateleiras, iluminada por peças Herman Miller, incorpora uma escada de biblioteca que funciona como acesso ao telhado.